LIVRARIA ONLINE

SINOPSE


Parnaso Obsequioso e Outras Obras (o) - (PDF)
O Parnaso Obsequioso, drama de Cláudio Manuel da Costa (1729-1789). O futuro inconfidente escreveu a peça Para Se Recitar em Música no dia 5 de dezembro de 1768, data do aniversário de D. José Luís de Meneses, Conde de Valadares, Governador e Capitão-General da Capitania de Minas Gerais. São interlocutores Apolo, Mercúrio, Calíope, Clio, Tália e Melpomene, representando a cena o Monte Parnaso. O Parnaso Obsequioso resulta num coro das musas e deuses Olímpicos em louvor do aniversariante, novo governador das Gerais. Seria de se estranhar o tom bajulador da pequena obra, se ele não fosse algo comum em todas as manifestações públicas da época. O mérito teatral é escasso, composto por um verso duro, precioso e eurocêntrico. O Parnaso Obsequioso é um drama circunstancial que se define pelas características da literatura e pelo teatro árcade.


Valor do empréstimo: R$ 0,00



Ministério Da Cultura e BRDE


Clube do leitor - Comentários

Faça um comentário: * Somente leitores registrados podem enviar comentários. Faça seu login.