LIVRARIA ONLINE

SINOPSE


Em busca do Tempo Perdido Vol. 3  (PDF)
Em O caminho de Guermantes, terceiro romance do ciclo Em Busca Do Tempo Perdido,
de Marcel Proust, deparamo-nos com a atmosfera dos salões, de pouca ação e muita conversa,
onde a narrativa é pontuada de gracejos por vezes ridículos e tagarelices inconseqüentes.
O romance desenvolve temas antes já explorados, como, por exemplo, a fascinação que
os nomes exercem sobre o Narrador e que provém da última parte de No caminho de Swann. Ao
Narrador, todos os acontecimentos parecem transitórios, e a morte da avó apenas acentua essa
idéia. O romance apresenta a fase de transição do Narrador entre a adolescência e a idade
adulta, entre a sensibilidade juvenil e a inteligência madura, entre a vida e a morte, esta
igualmente refigurada na doença terminal de Swann. E, sobretudo, a transição entre o passar do
tempo e a apreensão da validade: o Narrador compara as ilusões do passado às certezas do
presente, e tais comparações sugerem fatos e acontecimentos que ocorrerão nos livros seguintes.
Em Sodoma e Gomorra, o tema predominante é a inversão sexual, tanto masculina quanto
feminina. Logo no começo, o Narrador tem a revelação do homossexualismo masculino, o que o
faz perceber sob luz nova certos fatos e episódios que não compreendera ou a que dera
interpretação errônea. Desvenda-se para ele um mundo de equívocos e mal entendidos, um
universo de vícios e prazeres nefandos, aos quais atribui os nomes de duas cidades bíblicas
famosas por sua devassidão. Sodoma e Gomorra é, a um tempo, o ponto central de todo o ciclo e
aquele a partir do qual a análise proustiana se faz mais impiedosa, afastando-se do lirismo dos
dois primeiros romances e da mundanidade polida de O Caminho de Guermantes.

Valor do empréstimo: R$ 0,00



Ministério Da Cultura e BRDE


Clube do leitor - Comentários

Faça um comentário: * Somente leitores registrados podem enviar comentários. Faça seu login.